DVD gay grátis
Nacional Brasileiros Latinos Sarados Tatuado Chupada

Roger leva piroca no cu e grita de tesão

Nacional Brasileiros Latinos Sarados Tatuado Chupada

(Duração – 14:03) Esse Roger Carneiro é um safado ou não é minha gente? Pois é, o moreno gostoso estava ali de boa na varanda do hotel fazenda batendo uma ao ar livre e até sensualizando com a cam, mas de repente surge um moreno sensação e da cor do pecado para pôr mais fogo e tesão à cena. O Roger paga um boquete gostoso para ele ali mesmo, que depois recebe de volta o favor gemendo gostoso e novamente fazendo muitas caras e bocas. Porém o melhor de tudo e mais saboroso ainda está por vir – a transa bareback desses dois, que sobressai-se dos demais pelo simples fato do passivo (o Roger Carneiro) ser sensacional no seu papel. Assista aí e confira o porquê:



5 comentários

Adicione o seu
  1. Renato

    Sempre achava muito curioso os releases dos vídeos aqui no blog. Naturalmente já havia percebido que eles eram carinhosamente elaborado e não simplesmente um “copia e cola”. Digo isso porque via que o todo possui uma unidade de estilo bem específica. Me deparei hoje com esse vídeo que por algum motivo já havia baixado e assistido. Talvez até mesmo nesse iclic que vocês divulgam. Enfim, achei curioso porque agora pude comparar, ter uma referência para saber o que vem do talento literário do escritor.

    Mas na real o filme é ruim. Acho que o pornô poderia fazer um resgate dos contextos. O filme não tem história nenhuma. Talvez por isso me instigou a comentar, porque reparei que o autor do post o inventou na ausência de uma hipótese dramaticamente representada na mis en scene.

    Apesar da ausência de uma justificativa para a ação, o que para alguns empobrece a obra e ou o produto audiovisual do gênero em questão, o quesito humano sempre surpreende. É notária a antipatia que os dois nutrem fora de cena, embora tenham muita química na performance. Talvez um ato consciente de negação do insconsciente. A negação da atração mútua pela não aprovada persona que cada um tem do outro. Algo de misterioso acontece entre eles que apenas é balbuciado na superfície da superfície do ser ou dos seres.

    Deste modo concluio que o filme é ruim, embora tenha cenas interessantes. Uma bem legal é quando uma cena um ator fala “ihh gozei sem querer” e realmente tinha gozado antes da hora. E uma semana de paz a todos


Deixe seu comentário