DVD gay grátis
meninos

Se te conto KING: Meu primo do interior

meninos

Bom galera, meu nome é Marcos, tenho 22 anos, alto, moreno claro e corpo sarado. Estudo fisioterapia e moro no Tocantins.

Resumi o máximo, mas é muita coisa, espero que gostem, pois é real.

Era mais um dia normal, acordei cedo para ir pra faculdade, antes de sair de casa meu celular toca, atendo é um rapaz chamado Gabriel que se diz ser meu primo, dizendo que havia conversado com minha mãe, e me perguntando se poderia passar 1 dia e meio na minha casa, pois queria fazer uma prova de uma faculdade e não tinha onde ficar, logo eu me espantei, pois eu não o conhecia, pedi o facebook dele e ele me passou, eu disse que daria a resposta a ele depois, pois inventei que tinha um cara que iria fazer a mesma prova e que estava pensando em ficar na minha casa, um amigo meu, inventei porque estava com medo e não conhecia ele.

Liguei para minha mãe, ela confirmou a historia e disse que ele era meu primo bem distante, morava no interior do Tocantins, e disse que não poderíamos fazer essa desfeita com a família, liguei para ele e disse que ele poderia se hospedar aqui em casa, ele me disse que chegava no dia seguinte de madrugada. Cheguei em casa a noite e fui entrar no face dele e me deparo com um baita de um gato, branco, alto, rosto lindo, malhado, fiquei pensando, pqp, mas tudo bem nem me animei pois pelo face dele e pelas fotos, parecia hétero.

Ele chegou pela manhã e perguntei se ele queria tomar um banho de piscina comigo, bom eu já estava de sunga, ele disse que estava muito cansado e perguntou se poderia dormir, pois passou a noite em claro, fiquei desapontado mais entendi, disse que sim que ele poderia, mostrei o quarto e ele foi dormir. Fiquei entediado sozinho na piscina então resolvi atacar, entrei lá ele estava dormindo (ou fingindo) fiquei de costas pra ele e me troquei na frente dele, não sei se ele viu, mas eu fiz um pouco de barulho para acorda-lo.

No dia acabei não indo pra faculdade, fui preparar nosso almoço e ele acordou umas 11:40 por aí. O cara estava todo sem graça e veio pedindo desculpas por não avisar com antecedência, eu disse que não haveria problema… “Família é para essas coisas” ele apenas riu (mal sabia ele os pensamentos pecaminosos que se passavam pela minha mente inocente), ficamos conversando por um bom tempo, perguntei como era na cidade dele, e talz puxei assunto, ele me disse que era bacana, e disse que eu cozinhava bem para um playboyzinho da cidade, eu apenas ri, ele me olhou de cima a baixo e riu, mas eu fiquei pensando que era só coisa da minha cabeça, perguntou onde era banheiro, pois tinha q tomar banho para ir fazer a prova, até ai tudo bem, quando ouço ele me chamar:

– Primo? Traz a minha toalha ai, eu esqueci dentro da bolsa. – Tudo bem fui ate ele, quando me deparo com ele pelado na porta do banheiro, nossa fiquei tipo Gago, rs.

Aquele corpo malhado, e aquele pau, estava mole mais dava para perceber que era enorme, não tive como evitar, dei uma rápida olhada e entreguei a toalha, ele disse que sempre esquecia da toalha na hora do banho eu disse:

– Tudo bem, qualquer coisa, qualquer coisa MESMO (eu enfatizei o mesmo, rs) pode me chamar.

Bom ele se arrumou e foi fazer a prova, disse que voltaria na hora do jantar.
Porém ele tinha deixando o notebook aqui, eu fiquei meio com receio, mais acabei fuçando as coisas dele procurando algo que denunciasse que ele curtia homens. Fucei, fucei, achei pornô hétero, até 1 bi, mas nada de achar conteúdo gay… quando já estava desistindo, resolvi olhar uma pasta, dentro de outra pasta e aí estava minha alegria, uma pasta lotada de fotos de homens pelados, cheia de gifs gay, puta que pariu, quando vi aquilo me coração foi a mil.

Ele chegou na hora do jantar, foi tomar banho, eu preparei, um bom bife e outras coisas, ele jantou conversamos bastante no jantar, sobre nossa família, ai eu perguntei se ele tinha namorada, ele disse que sim, que estava namorando a mais de 1 ano… Como eu já sabia que ele curtia, fui logo dando varias indiretas, bom ele não me correspondia, então pensei.. O cara não quer ficar comigo porque sou da família, entendo e desisti. Terminando o jantar ele disse que iria estudar um pouco no quarto, eu fiquei vendo TV, eu estava só de cueca boxer branca, assistindo a novela.
Resolvi ir dormir, quando cheguei no quarto ele tava suando muito, perguntei se ele não estava com calor, pois aqui faz muito calor, ai ele disse que sim, eu falei que ele poderia tirar um pouco a roupa, perguntei como ele dormia em casa, ele disse que dormia pelado, eu disse que não me incomodava, pois realmente eu não me incomodava (rs), tudo bem ele tirou a roupa e ficou só de cueca, e continuou a estudar, eu fui para o notebook, estava de costas pra ele. Passou um tempo ele disse que iria dormir, dei boa noite e se virou, como não sou bobo, liguei a cam do Notbook e comecei a admirar, aquelas coxas enormes da minha cama, aquela bunda boa de umas lambidas e mordidas, nossa mil pensamentos se passavam pela minha mente, mas me contentei em apenas olhar e também fui tentar dormir, apaguei as luzes, mas sinceramente, não consegui dormir, fiquei pensando naquele pau, cheio de veias, como seria a cabeça? seria vermelhinha? branquinha? nossa aquilo tava me dando um tezão enorme.

Não tive como me segurar e comecei a me masturbar em silencio olhando para a bunda e as coxas dele (sim, tenho tesão enorme em coxas grossas e malhadas), nossa tava uma delicia, até que me veio uma vontade de ir até ele, eu juro a vocês, não sei de onde tirei tanta coragem, cheguei perto dele devagarzinho, vi aquele volume naquela cueca, mas não peguei, passei a mão no cabelo dele, no peitoral, bem devagarzinho, descendo pro paraíso, ele se mecheu então meu coração gelou, pulei pra minha cama rs, e fingi que estava dormindo,

Eu realmente cochilei depois disso, mas acordei com uma vontade de urinar enorme… (acho que resultado da punheta mal acabada, rs) e fui no banheiro, quando tava saindo levei um susto, ele tava na minha frente, disse que estava com muito calor e disse que iria tomar um banho, pois não conseguia dormir, eu disse tudo bem e fui pra minha cama, deitei de barriga, deixei minha bunda bem amostra, percebi que ele tinha apagado a luz do banheiro, mas continuei fingindo que estava dormindo, quando sinto aquela mão gelada no meu pescoço, descendo devagar pelas minhas costas e chegando na minha bunda, confesso que meu coração quase sai pela boca, até que ele colocou a mão na minha bunda ai eu pensei tenho que reagir…

– Que é isso cara? fico louco?
– Não vem com papinho, eu sei que você gosta (com um olhar safado e com meio sorriso)
– Cara não sei do que tu tá falando.
– Eu vi como você olhava pra mim, e quando me alisou ali quando eu tava deitado, vai negar?
– Cara você deve estar sonhando.
– Eu vou olhar nos seus olhos, e beijar loucamente essa tua boca gostosa,

Eu fiquei imóvel, ele segurou minha cintura e me lascou um beijo, que eu quase gozo, que beijo a língua dele pensei que ia na minha garganta, nossa não tive como resistir, agarrei a cabeça dele e me entreguei.

– Eiita priminho, sabia que você é muito gostosinho, tem cara de que sabe chupar, me chupa vai com essa boca gostosa.. Safado! – Ele disse.
Nem pensei duas vezes, joguei ele em cima da cama, e comecei a lamber o peito sarado dele, ele erguia a cabeça pra trás e gemia bem baixinho, fui descendo ate o pau, que já tava latejando, tirei a cueca dele e UAU!! Que pau era aquele, cabeça Rosada, cheio de veias e retinho, parecia um sonho, cai de boca, chupei todinho, colocava ele na minha garganta e meu primo só gemendo e falando:

– ISSO PUTINHA!! CHUPA ESSE PAU QUE DAQUI A POUCO VO COMER ESSE CUZINHO, CHUPA, COMO VC CHUPA BEM SEU PUTO, CARALHO QUE DELICIA – Eu não parava de chupar, chupava como se não houvesse amanhã, ele empurrava minha cabeça com força enquanto eu chupava.. nossa eu tava adorando aquilo, chupei por uns 10 minutos, que rola deliciosa, estava bem saladinha graças ao líquido lubrificante, chupava de todos as maneiras, ele me disse que queria lamber meu cuzinho, ficamos de 69 e mandou ver, nossa eu ia ao céu com aquela língua gostosa e quente, e ao mesmo tempo chupava aquela rola inteira, nossa ele dizia:

– QUE CUZINHO APERTADINHO VOCÊ TEM, QUE DELÍCIA, VOU ARROMBAR ESSE CUZINHO POSSO?

– Claro, ele é seu agora, faça o que quiser…
Ele ficou chupando uns 5 minutos e disse que iria meter, eu concordei fiquei de quatro, ele meteu devagarzinho, pensei que iria doer mais nem doeu tanto, quando senti o saco bater na minha bunda pensei, está consumado.. Ele deitou em cima de mim e começou a meter, nossa eu ia nas nuvens, o cara metia com uma força parecia um cavalo, eu parecia uma puta gemendo e gritando, ele só gemendo baixinho e respirando ofegante, cara aquele som do saco batendo na minha bunda me deixava louco, podia sentir seu pau rasgando minha bunda, ele mordia minha orelha, me chamava de delicia, nossa aquilo tava me enlouquecendo, ele disse que queria me comer olhando nos meus olhos, ele pegou o lençol e nos cobriu, fiquei de frango assado, ele colocou minhas pernas em seus ombros e começou a meter, nossa eu ia no paraíso e voltava a cada metida (quem é passivo sabe do que eu to falando), ele me beijava loucamente enquanto eu ouvia o som do seu saco estourar na minha bunda, ele lambia meu pescoço eu suava muito, olhava para ele e via ele de olhos fechados e rindo de prazer enquanto enfiava, aquilo não tinha preço, ficamos um 10 min assim eu ja estava molhado de suor.

Então eu disse que queria sentar nele, ele permitiu, deitei ele na cama, fiquei de costas, passei KY, e sentei, até o talo, ele gemeu bem alto, quando eu encostei, doeu um pouco, mas depois foi só alegria, sentava com tanta força que pensava que meu cu ia arrebentar, mais eu não estava nem ai, tava muito gostoso, nossa eu parecia possuído, sentava sem parar ele até disse, cara vocês não fodem aqui na cidade? e riu, também dizia:

– SENTA NESSE CARALHO, QUE ELE TEU, DELICIA, QUE BUNDA GOSTOSA, QUE CÚ GOSTOSO

Enquanto eu sentava ele me pegou e me derrubou do nada na cama, até me assustei, quando começou a me chupar, nossa e como ele chupava e começou a chupar meu cuzinho, disse para ele parar se não iria gozar, e eu não queria gozar assim.. queria gozar com o pau dele no meu cú, ele me colocou de ladinho, levantou minha perna e meteu de uma vez, nossa como aquela metida foi gostosa, mordi os lábios de prazer, e começou a meter com força, aquele som de saco era incrível, lambia meu peitinho, eu gemia feito uma outa louca.

– TA GOSTOSO NÉ CARA ? GOSTOU DO MEU PAU, JAJA TEM LEITINHO PRA VOCÊ SEU PORRA.

Nossa aquilo me deixava louco, ele pegou meu penis para masturbar, mais eu não deixei, disse que queria gozar sem estimulo no Pau, disse para ele meter mais forte, eu podia sentir o gozo chegando, eu prendia a respiração, para retardar o orgasmo, ele disse que ia gozar, então pedi a ele que me comesse de frango assado, ele me colocou na posição e disse que queria gozar me beijando, e começou a meter com toda força, sentia meu cu apertar seu pau a cada onda de prazer que eu sentia, até que disse que ia gozar, ele acelerou e nossa eu gozei, QUE GOZO, caiu porra até no meu cabelo, caralho, meu cu apertou tanto aquele pau, eu gritava de prazer, até que ele não resistiu me beijou e gozou, nossa eu sentia respiração ofegante dele, e a cara de meio choro que ele fez e aquilo me deu muito prazer, ele deitou em cima de mim e ficou respirando devagar, não falamos nada, ficamos apenas em silencio, respirando por uns 5 min.

Ele me olha e diz que foi a melhor foda da vida dele, nossa aquilo foi como um presente, ver aquele anjo na minha cama, acariciei os cabelos dele e disse que eu não esperava uma foda dessas de um cara do interior, ele riu e disse que logo, logo estaria na cidade, pois tinha fé que passaria na prova, isso já eram 3 hrs da manhã, eu estava exausto e tinha faculdade no outro dia, então mesmo no calor, dormirmos apregados ali mesmo.

No dia seguinte sai, ele ainda estava dormindo, fiz o café da manhã, deixei um bilhete e fui pra facul, quando voltei ele já tinha feito o almoço, tinha passado na feira e comprado umas coisas, nossa como ele cozinha bem, ficamos conversando, confesso que fico um clima meio estranho, mas eu já estava afim dele, aquele olhar, aquele sorriso me cativava, nossa só espero não me apaixonar por ele, isso não está nos meus planos, bom ele arrumou as coisas e disse que do local de prova já iria para a rodoviária, eu me despedi, agradeci pelo momento e estendi a mão para um aperto, ele apertou a mão e me puxou e me lascou um beijo ali mesmo, nossa era tudo que eu precisava e foi embora, bom eu peguei o Whatsapp dele, e disse a ele que sempre que quiser pode me visitar, estarei de portas abertas para ele, o gostoso, o bom de cama, meu PIRMO DO INTERIOR….



20 comentários

Comente
  1. Luca

    G-zuis cara. QUE HISTÓRIA FODA!
    Meu sonho, primeiros, pessoas próximas, pra fuder direto, mais só tenho atração por héteros.. fica difícil =;

  2. Douglas

    Nossa esse mlk de camisa rosa é muito gostoso, gozei com ele! Poderia postar fotos dle?
    *Uma aba somente com CONTOS seria de mais. Fica dica Kinguys!


Comente! Faz muita diferença para nós