DVD gay grátis
tumblr_nn7qo0lYdc1usijp6o1_1280

Thiago, o professor de matemática substituto – Conto Real

tumblr_nn7qo0lYdc1usijp6o1_1280

Era o fim do segundo semestre, o colégio estava sugando todo o meu tempo e ainda assim não era o suficiente para conseguir boas notas. Meus esforços – e olhe que não eram poucos – não estavam dando o resultado esperado. Pra falar a verdade estava longe disso. Mas ainda deixei levar por causa da maldita inocência de adolescente de “vou estudar mais e na próxima prova eu consigo uma nota melhor” ou “calma, no final vai dar tudo certo”.

            Foi depois de uma prova em que precisava tirar nada menos que 9 e na verdade tirei 3,4 que decidi – mais uma vez – meter a cara nos livros e pus-me a revisar naquelas duas semanas de intervalo entre a “bendita” nota e a temível nova prova.

            Acordei naquele dia atrasado, pra variar. Desci as pressas para tomar café e ir para o colégio, pois a prova seria nas duas primeiras aulas. – Que ótima maneira de começar a semana, passei o fim de semana todo me matando de estudar e ainda assim continuo sem confiança de conseguir uma boa nota. – Sai de casa correndo, encontrei com alguns amigos pelo caminho e começamos a conversar, tentando esquecer um pouco essa prova.

            Chegamos à escola um pouco antes do sinal da primeira aula tocar, mas estávamos mais interessados nas ultimas, que eram as de matemática. Sentei na terceira carteira da fileira no centro da sala – fileira essa bem em frente ao birô do professor – e peguei meu caderno pra relembrar algumas anotações que tinha escrito nas revisões vistas no fim de semana. Não demorou muito para o sinal tocar e a tensão da sala começar a aumentar até que ele apareceu.

            – Bom dia. – falou um rapaz que apareceu de repente a porta. Ele era de estatura mediana, um pouco bronzeado, com cabelos castanhos e um pouco cacheados que estavam penteados para trás formando assim um topete bem feito com um cacho que se recusava a ficar com outros e estava em destaque em sua testa – Olá gente. Eu sou Thiago e estou aqui para avisar que o senhor Antônio, professor de vocês está adoentado. Não se preocupem, não é nada grave, mas ele ficará umas semanas afastado. E durante esse tempo eu serei o professor substituto de vocês. – terminou ele todo sem jeito entrando na sala.

            Não preciso dizer que a primeira impressão da noticia foi choque, pois nosso professor estava doente, mas também não preciso dizer que depois dessa primeira impressão a algazarra tomou conta da sala por causa da alegria de estar sem “professor”.

            – Calma gente! – falou Thiago com um sorrisinho entre os dentes. – Sei que estão muito tristes por seu professor não é? Mas soube que hoje ele iria aplicar uma prova com vocês…

            – Professor, acho que digo em nome de toda a sala que, por favor, o senhor nos salve! – Cortou Jhon, um amigo meu que estava na carteira atrás da minha. – Deixe essa prova pra próxima semana e nessa nos dê uma revisão e tire nossas duvidas!

            – Mas eu não falei que ia aplicar a prova. Eu só disse que soube que o senhor Antônio ia aplicar. – De múrmuros de “isso mesmo professor, faz isso!” a sala ficou embasbacada com a atitude do novo professor. – Essa ideia do…

            – Jhon, professor.

            – … do Jhon  é aprovada por todos aqui presentes?

            E a resposta foi unanime.

            – SIIIIM!!

            – Vamos começar a revisão pessoal!

***

            – Gente o que foi essa aula do professor Thiago?!?! Ele é muito fera em matemática! Abriu meus Horizontes! – Aline falou toda empolgada na hora do intervalo – Além de ser fofinho é inteligente! Ahh que homem!

            – Ele ensina muito mesmo, todos da sala entenderam e conseguiram fazer os exercícios que ele nos deu! – Falou Jhon.

            – Até EU entendi! – falei na brincadeira. – Cara, o que aconteceu para que de um dia terrível que com certeza a maioria tiraria um zero lindo ai do nada ficaríamos tão felizes por termos aulas de matemática? – falei e todos riram.

            – Thiago Aconteceu! – Falou Jhon.

– Pedro – Aline virou para mim – já que você é o que mais precisa de pontos você não pode vacilar. Pergunta pro Thiago se ele pode dar algumas aulas pra você?! E se ele puder, por favor, me avisa que eu quero um tempinho a sós com ele também!! – falou ela com cara de safada!

            – Pode tirando seu cavalinho da chuva Aline porque já fucei o Facebook dele e ele tem namorada! E ela é linda!! – Falou Vitor.

            – Vocês não perderam tempo eim! Mas ainda tenho esperanças hahah’. Mas é sério com você Pedrinho, você tem que tirar uma ótima nota nessa prova na semana que vem! Pergunta a ele se ele pode.

            Pensei no assunto, mas não queria ficar a sós com Thiago na minha casa, desde a primeira vez que o vi senti uma coisa em mim que nunca senti antes e o pior é que eu achei que ele tinha notado. Ficar a sós com ele estava fora de questão!

            – Verdade Pedro. Quero você comigo ano que vem guri! E não vai ser por causa de Probabilidade que vou perder meu melhor amigo na sala de aula! – falou Jhon.

            – Cara, como vocês enchem o saco! Tá bom eu vou depois.

            – Aproveita que ele tá indo pra sala dos professores agora! VAI! – falou Vitor.

            Cheguei à porta da sala dos Professores e Thiago ainda não tinha entrado.

            – Professor… – comecei completamente desconfortável.

            – Ah. Olá… Pedro não é? – falou ele.

            – Sim, Pedro. Bom eu queria perguntar se… Queria saber se o senhor… Ah. Pera. Eu queria saber se o senhor dá aulas particulares.

            – Por que a pergunta?

            – Bom, é que eu estou precisando de muito ponto pra passar de ano e preciso tirar a maior nota possível nessa prova que vem e como senhor me fez entender a introdução de probabilidade, queria saber se o senhor poderia me ajudar reforçando meus estudos.

            – Vi que você é um aluno esforçado, e está tentando passar de ano. Sim dou aulas particulares. Fique tranquilo. Aqui está o meu numero – então me deu um papelzinho com um numero rabiscado. – Pode me dar o seu para conversarmos sobre a quantidade de aulas e o preço?

            – Sim, sim espera… – Falei tentando achar alguma caneta ou papel.

            – Pode dizer. Eu já vou salvar aqui no meu telefone.

            Eu falei e ele salvou.

            – Bom, obrigado professor…

            – Pedro, fora da sala eu sou só o Thiago tá bom?

            – Tá. Obrigado Thiago.

            – Converse hoje com seus pais para ver isso do valor. Para sermos mais adiantados conversaremos pelo Whats tá?

            – Tudo bem. Mais uma vez obrigado! Hoje à noite falo com o senh… Com você.

***

            Chegando em casa fui direto falar com meus pais e eles aceitaram sem questionar pois viram que eu estava mesmo precisando de aulas extras e então eles quiseram 3 aulas semanais e queriam que começasse o quanto antes. Depois fomos jantar e fui direto para o meu quarto, liguei o computador e como Vitor fui fuçar o facebook do professor substituto.

            Encontrei sem muitas dificuldades o seu perfil e logo lhe enviei um convite. Tinham algumas coisas publicas e então fui olha-las. Vitor tinha razão, a namorada de Thiago era muito bonita. Vi as fotos dele com ela, dele sozinho em algumas festas. Não sei, mas a cada click que eu dava em uma nova foto meu volume ia aumentando até que vi uma foto dele na praia. Ele estava com uma sunga branca com um dragão feito com sombras ao lado esquerdo. Deu pra ver todo seu corpo – na verdade quase todo – ele frequentava academia, mas não tinha o corpo totalmente marombado, só tinha os músculos definidos. Vi seu tanquinho não tão bem definido, mas mesmo assim estava um delícia com algumas gotas de água salgada em cima dos seus poucos pelos finos e bem distribuídos em sua barriga. Até que não deu mais para aguentar, pois meu volume já estava doendo dentro da bermuda. Até que tirei dali. E então fechei os olhos e comecei a me masturbar pensando em Thiago ao som de Me and My Broken Hart da banda britânica Rixton. Comecei com leves movimentos e imaginando ele em cima de mim me beijando e pedindo que ele me fodesse. Enquanto ouvia a música minha masturbação foi tomada pelo ritmo dela. Até que antes dos segundos finais gozei em um frenesi de prazer e arrependimento. Pois me masturbei pensando no meu professor substituto e amei aquilo.

            Abri os olhos e lá estava ele com um sorriso no rosto, de sunga branca, todo molhado na minha frente. Peguei uma camisa minha que estava ao lado e limpei minha bagunça. Desliguei o computador – sem perceber que ele já tinha aceito meu convite de amizade – e fui direto para a minha cama dormir.

            Quando acordei tinha esquecido que disse a ele que íamos nos falar pelo whats e fui direto para o celular que estava embaixo do travesseiro. Quando abro o Aplicativo tinha 3 mensagens de um numero desconhecido.

            “Olá Pedro”

            “Sou o Thiago”

            “Está ai?”

Meu Coração disparou com aquela visão. – será que estava me apaixonando por Thiago?! Não podia! O Cara apareceu na minha vida ontem! – Vi que ele tinha me chamado no Whats as 00:35. – e porque diabos ele foi falar comigo tão tarde? – Já que o veria na escola dali a alguns minutos decidi não responder e me explicar quando o visse. E foi isso que fiz.

            Vi Thiago passando todo sorrateiro com uma camisa polo branca, – que me lembrou de sua linda, e cheia, sunga – uma calça jeans azul meio apertada com um descolorido branco nos joelhos e um tênis marrom claro com detalhes de marrom escuro. E para minha surpresa foi ele que me parou, seu dedo tocou o meio das minhas costas.

            – Obrigado pelo vácuo ontem senhor Pedro – falou ele, não consegui decifrar o tom nele, se era brincadeira ou um flerte, bem coisa da minha cabeça mesmo.

            – Desculpe prof… – parei por um segundo – Thiago. Desculpe Thiago. É que eu estava com um pouco de dor de cabeça e quando falei com meus pais fui direto para a cama dormir.

            – Ah, então tudo bem. – Ele parou um pouco me encarando. – Bom, e ae? O que deu a conversa com seus pais?

            – Eles não acharam problemas e disseram que queriam três aulas semanais. Tudo bem para você?

            – Eles disseram o horário e o local?

            – Bom, o horário eles disseram que o que você disser eles aceitam. Mas como assim local? Achei que seria na minha casa, não?

            – Sim, a maioria das aulas particulares sim, mas tem alguns pais que estão fazendo algo na casa e não seria bom para a concentração do aluno então eu também dou algumas aulas no meu apartamento. Mas é claro que você não sabia, então deixa essa informação de lado. – falou ele com um sorrisinho mais uma vez indecifrável pra mim. – Bom, se o horário é comigo, tenho que ver qual é o melhor horário tanto para mim quanto para você.

            – Acho bom no meio da tarde. Umas 15:00 horas. – falei.

            – Não lembro de nada marcado para mim as 15:00. E os dias?

            – Eles achariam melhor segunda, quarta e sexta. Mas como já estamos na terça que tal nessa semana o senhor me dar aula amanha, quarta, sexta e uma no sábado.

            – Por mim tudo bem. O pagamento falo com seus pais depois tá? – eu balancei a cabeça aceitando. – Depois nos falamos no Whats de novo para confirmar tudo! Boas aulas Pedro.

            Antes mesmo de me despedir Jhon pulou em minhas costas me dando o maior susto.

            – HÁ!! Eae Thiago, tudo bom?

            – Tudo sim Jhon! – falou ele com Jhon mas sem tirar os olhos de mim. – Agora tenho que dar uma aula então até mais meninos.

            – Falou! Até Amanhã! – falou Jhon saindo das minhas costas e virando para ficar em frente a mim. – Eae P? Vai rolar as aulas com o Thiago?

            – Vai sim, amanhã vai ser a primeira.

            – BELEZA!! É nóis no 3º ano manollo!! – falou Jhon todo empolgado!

              O resto do meu dia na escola foi um saco. Sem conseguir me concentrar em nenhuma aula desci para o pátio.

            – EI BONITINHO! – falou Aline. – Ainda temos aula de inglês. Você não vai?

            –  Não. Não tô com cabeça.

            – Ainda o lance de matemática? – afirmei com a cabeça mentindo, pois o lance que estava mexendo comigo não era a matéria e sim o professor. – Calma! Thiago vai te ajudar nisso! Você vai ver. – Ela virou e viu a rampa com todos subindo para a última aula. – Eu tô indo, qualquer coisa tô lá e cima! Manda um Whats que eu desço correndo!

            – Vai! Não perde aula por causa de mim não eim! Haha’.

            Vi o pátio com poucas pessoas, fui à cantina e comprei um salgado de frango e uma Coca-Cola em lata e fui para um lugar afastado do pátio. Para o jardim do colégio onde era menos movimento – na verdade, naquele momento não havia nenhum movimento – e foi ali que terminei meu lanche e limpei minha boca com um pedaço de guardanapo e fiquei lá deitado tentando esquecer o furacão que entrou na minha vida. Mas uma vibrada no meu celular o deixou prestes a me engolir.

            “Pedro?”

            Era ele. Era Thiago.

            “Onde você está? Ainda está em aula?”

             “Podemos conversar pessoalmente?”

            Tomei coragem e respondi.

            “Estou no jardim do colégio.”

            “Na verdade, já estou liberado.”

            “Não tenho mais aulas hoje”

Querendo ou não era verdade – em partes -.

            “Ahh que bom!”

            “Eu também não tenho mais aulas pra dar.”

            “Poderia vir aqui no Estacionamento dos professores?”

Comecei a suar, mas vi que uma hora – e não ia demorar – eu estaria com ele a sós em algum cômodo da minha casa. Então eu tinha que perder esse nervosismo de ficar perto dele. Então disse que iria.

***

Não foi difícil de encontrá-lo, já que ele era o único ali no estacionamento.

– O Senhor queria falar comigo?

– Era só pra saber se as aulas ainda estão de pé. E já disse que esquecesse isso de Senhor!

– Ai foi mal, ainda não me acostumei. Ainda estão sim. – falei começando a ficar nervoso. – Bom, acho que eu já vou indo pro ponto. Daqui a pouco meu ônibus chega e não posso perder se não chego tarde em casa e hoje vou para a aula de natação.

– Ah. Eu posso te levar. Onde você mora? – falou ele antes de me deixar terminar a frase.

– Perto do centro. – falei no susto.

– Meu apartamento também é naquela direção. Eu te levo lá sem nenhum problema.

– Obrigado mas…

– Eu insisto. Não pode fazer essa desfeita comigo.

Então cedi.

– Tudo bem então. – meu coração era um tambor nesse momento.

Ele habilitou o alarme e vi um Chevrolet Onix da cor de vinho com vidros totalmente escuros apitar um pouco a nossa frente. Fomos até ele então eu entrei. O interior era aconchegante e ao mesmo tempo lindo. Saímos da escola e uns segundos depois ouvi um apito que mostrava que o celular de Thiago estava conectado ao som do carro. Quando a conexão se concluiu a música que começou a tocar – não pude acreditar – foi Me And My Broken Heart. Não consegui esconder minha cara de surpresa e desconforto.

– O quê? Não gosta? Eu posso trocar se quiser.

– Não. Na verdade essa música é o meu novo vicio. – falei sem reação.

– Eu gostei do som dos meninos. Pedro você se importaria se eu entrasse no Walmart para trocar de roupa? Pois daqui vou direto para o Shopping.

– Não, não me importo mesmo.

        

 

TO BE CONTINUED…

Aguardo ansioso os comentários de todos vocês!

Já viu?



75 comentários

Comente
  1. Skype: Novinho_safadocg

    Espero que terminem o conto mesmo,tem conto aqui que nunca foi concluido. Super vhato qnd isso acontece! Pegar prof…que sonho
    Se tiver algum prof ae me add no skype

  2. UMFÃ

    PRECISO DE MAIS, UASUAS THIAGO SUPER MISTERIOSO, E PEDRO UM GAROTO “INOCENTE” NAS MÃOS DE UM PROFESSOR QUE DESEJA LHE FAZER SEU PREDILETO. NOSSA PRECISO MAIS DESSE CONTO. E VÊ SE FAZ UMA SERIE, ADORARIA VER O THIAGO ENLOUQUECIDO PELO SEU ALUNINHO.

  3. Fabiano Gomes

    Quero continuação pro milênio passado kkkkkk ansiosissimo pelo próximo! Por favor não me mate de ansiedade e curiosidade, poste logo o próximo ok ? Bjoos e parabéns pelo conto excelente.

  4. alex.

    é engraçado essas bichas veem um professor bonito ou qualquer homem ja ficam logo apaixonada.dai começam a dar pinta igual um pavao iluminado chamam atençao fazem de um tudo pra conseguir o rapaz,ai elas conseguem ficam com o cu esfolado e depois,fazem o que,ficam imaginando o professor que a comeu por uns dias ou semanas.isso pra mim é ridiculo.legal mesmo é quando um homem conquista o outro aos poucos e nao mostra que so quer o pau dele,que procura outras qualidades nele,que aprecia como ele é inteligente educado divertido.diferente dos outros homens.começa a rolar uma paquera bem legal.dai o que vier depois disso é lucro.namoram e por fim se juntam.bacana.mais nois ja sabemos o final dessa historia ne galera.fala serio ne.isso é muito obvio.

  5. Fabiano

    Já quero a continuação pro ano passado. kkkkkkkkkkk muito bom mesmo, por favor não me faça morrer de ansiedade e curiosidade, poste logo o próximo. bjos!!

  6. phelipe

    Muito detalhe desnecessário como sempre mas beeeem envolvente, to curioso, nem fez meu pau levantar essa 1 parte. Poderia ter informações do garoto, se era gay, virgem, características físicas deles, kinguys adianta nosso lado e apaga os trechos desnecessários pfvr hahaha

  7. anomino

    o engraçado é que tipo voce ler e fica de pau duro quando chega no final… acaba ficando de pau mole kkkk pohaar !
    aguardo a segunda parte rs.

  8. Lawliet Williams

    Oi gente sou o criador do conto. Hahaha’
    Que bom que estão gostando! Ja mandei o conto completo pra cá!
    Espero que continuem gostando da Historia de Pedro e Thiago! ^^,

  9. Anônimo

    Pras pessoas q gamaram nesse professor, o nome dele é Pietro Boselli, Italiano… e pra quem achou q ele iria dar algumas aulas particulares, me desculpe. Ele deixou de ser professor e agora está empenhado em sua carreira de modelo.


Comente! Faz muita diferença para nós