DVD gay grátis
tumblr_nokq2qgbSl1rhn4q9o1_540

Relato das minhas aventuras reais no condomínio – 3

tumblr_nokq2qgbSl1rhn4q9o1_540

Sempre que começava um período novo na faculdade era bom porque entravam muitos caras mais novos gatinhos e eu ficava procurando um que parecesse gay pra tentar investir, já transei com muitos carinhas da faculdade e na maioria das vezes foram sem compromisso, não sou um cara de ter relacionamentos sérios. Pois bem, um período novo começou e eu fiquei de olho nos novatos que andavam pelos corredores da faculdade, um deles me chamou a atenção, era alto, magro forte, não esquelético nem bombado, aquele magro gostoso (depois posto uma foto dele) e eu achei ele lindo, tinha um sorriso perfeito, uma carinha de simpático e até o jeito que ele andava me excitava, fui logo saber dele perguntando pra alguns amigos de períodos menores e descobri que ele fazia publicidade, o que já era bem suspeito porque é um curso (pelo menos na minha faculdade) onde a sala inteira praticamente é Gay e Lésbica, fiquei logo animado, descobri o nome dele e era até difícil de pronunciar, mas não ia deixar um detalhe desses diminuir o tesão que eu sentia por aquele cara, no mesmo dia achei o Facebook dele fuçando e corri pra ver as fotos.

Parte 1Parte 2

Esperei dar um tempo e se passou mais ou menos 1 mês, eu continuava olhando ele pelos corredores da faculdade e percebi que ele tinha uma bundinha maravilhosa, tinha dias em que eu me controlava pra não apertar quando ele passava perto de mim, alguém já passou por isso?
Bom, depois de um tempo acabamos ficando com amigos em comum e eu adicionei ele no facebook um dia, ele me aceitou e eu fui no chat puxar assunto, dizendo que tinhamos alguns amigos em comum, perguntei se ele tava gostando do curso, como tava sendo, se já conhecia bastante gente, etc. Pela conversa eu percebi que não ia ser fácil pegar esse carinha, até porque ele parecia não ser do tipo que curtia putaria sem compromisso como os outros que eu pegava, então eu abaixei meu fogo porque sabia que ia demorar um tempão até conseguir transar com ele. Durou uns 3 meses, ficamos bem amigos, saíamos com a galera da faculdade, iamos beber, iamos pra festas, praia, shopping, etc. Ele era bem resolvido e desde que entrou na faculdade não tinha rolo com ninguém.

Eu já tinha até desistido do meu interesse sexual nele e tava feliz por a gente ter virado amigo, até que um dia ele chegou no face pra falar comigo

Adler: Vieram me perguntar se a gente namorava hahaeuaehuae

Eu: Mentira? como assim kkkkkk

Adler: é, uma amiga minha disse que via eu e voce praticamente juntos em todas as fotos e achou que a gente namorava

Eu: nossa cara, nadavê kkkkk

Adler: Pois é

Eu: Se bem que já vieram me perguntar também kkkk (menti pra dar corda)

Adler: Jura?

Eu: Sim, meu amigo que divide apartamento, ele achou que a gente ficava e tal kkkkk

Adler: Porque?

Eu: Porque a gente anda muito junto eu acho

Adler: uaehaeueahea a gente podia fingir que namora pra ver a reação da galera

Eu: finge que vem pra minha cama então, danado UAEHAEUAE (brinquei e torci pra que ele reagisse a cantada)

Adler: Olha que vou hein aaeioheaoi

Eu: Ué, pode vir, a cama tá esperando já

Adler: kkkkkkkkkkkkkkkkk vamo parar que já tá tarde

Eu: é kkkkkkk

Uma pena, não foi naquele dia, mas o primeiro passo já tava dado. Depois desse dia meu tesão voltou e sempre que a gente saía eu não conseguia parar de olhar pra bunda e pro volume dele, as vezes ele percebia mas acho que fingia que não. E depois desse dia nós dois ficamos trocando cantas pelo face direto, mais ou menos duas semanas depois ele veio falar comigo no face

Adler: Nossa véi, que tédio, diz um filme bom pra eu assistir ai

Eu: Sei lá, mas to com um monte de filme bom aqui, se quiser vir assistir

Adler: sério? tá tarde não?

Eu: kkkkk eu divido apartamendo com um brother cara, pode dormir aqui se quiser (era sábado eu acho, ou sexta, sei lá, era final de semana)

Adler: Sério mesmo?

Eu: Sério ué

Adler: Beleza jaja eu te ligo

Ele me ligou uns minutos depois pedindo o endereço e eu dei, expliquei a ele pra dizer ao porteiro do condominio que era visita minha, disse qual era o bloco e o apartamento.

Ele bateu na porta e eu abri, ele tava com uma bermuda largada, uma regata CA-VA-DA (daquelas que você vê o peito, a barriga e as costelas da pessoa) e um chinelo, bem simples. Cumprimentei ele e em uns minutos a gente já tava vendo filme, eu no chão e ele deitado no sofá, como já era bem tarde (umas 2 da manhã talvez) Marcos já tava dormindo e eu pensei (é hoje ou nunca).
No meio do filme eu fiquei de pau duro e comecei a mexer nele, massagear por cima da bermuda pra tentar aliviar o tesão, como ele tava atrás de mim eu não sabia se ele tava nem percebendo ou não, até que uma hora ele fez um comentário

Adler: Vai pro banheiro, cara, pornografia aqui não

Eu: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk deixa de ser babaca

Adler: eu hein, parece que tá na seca

Eu: é você que vai me tirar da seca?

Adler: Eu mesmo não! Te vira

Eu: Uma pena

Ele ficou sem resposta, ficou vermelho de vergonha e olhando pra minha cara, eu sabia que ele gostava de mim mas não sei se eu devia tomar a iniciativa, mas enfim, a gente se beijou. E quando o beijo terminou eu abri o olho e ele olhava diretamente nos meus olhos

Adler: O que foi isso?

Eu: Não sei, mas eu gostei, tu não?

Ele nem respondeu, me deu outro beijo e dessa vez com muito mais língua, bem mais demorado. Era meu sonho de 3 meses atrás se realizando.

Eu deitei por cima dele no sofá e a gente trocou beijos, nossas línguas se entrelaçavam e eu sentia o gosto dele na minha boca, mal podia acreditar que tinha demorado tanto pra acontecer, naqueles segundos parece que tudo se resolveu na minha cabeça, acho que ele também queria dar uns pegas em mim a muito tempo mas assim como eu não sabia ao certo como ia acontecer. Eu não tenho palavras pra expressar como foram os beijos com ele, acho que das 3 histórias a 1 é a mais intensa, a 2 a mais gostosa e a 3 a mais safada. Pareciamos namorados de fato, trocando beijos quentes e carinhos, depois de algum tempo ousei deslizar minha mão pela barriga dele e quando estava prestes a entrar na cueca ele parou de me beijar e disse:

E o seu colega?

Eu respondi que ele já estava dormindo e que não íamos ser interrompidos, e isso pareceu o convencer porque na mesma hora ele já voltou a me beijar e me puxou pra perto dele, nossos paus roçaram por cima da roupa, ambos usavamos bermudas simples, os tecidos não eram tão grossos então dava pra sentir bem nossos paus roçarem por cima da roupa fina, arranquei a camisa dele e continuamos a nos pegar, mas fazendo pouco barulho, ainda tinhamos o receio de que Marcos acordasse, e apesar de ser algo normal eu transar, seria incômodo e com certeza estragaria o clima no meio.

Ele já tava ofegante quando comecei a beijar o pescoço dele, desci pro peito e brinquei com os mamilos dele, esfreguei meu rosto pelo peito dele e cheirei cada centimetro daquele corpo, ele me segurava pela cintura com força e parecia estar disposto a não me soltar, quando cheguei de frente ao pau dele ele me soltou e abaixou a bermuda e a cueca num movimento só, o pau dele subiu com tudo e bateu na barriga, eu sabia o que tinha que fazer e fiz. Abocanhei aquela vara com todo o prazer que tive, era minha recompensa por ter esperado tanto tempo, o pau do Adler era completamente lisinho, que nem ele (voces viram as fotos) do jeito que eu gosto, lambi o saco, as coxas, a base e o corpo do pau dele e como de costume chupei a cabecinha bem devagar pra ele delirar de tesão, ele se contorcia no sofá, inclinando a barriga pra frente se apoiando nos pés, eu comecei a chupar num ritmo mais forte e engolia o pau dele até a base, ele não era de falar muito, mas gemia de um jeito que fazia meu pau querer explodir.

Em um certo momento parei pra tirar a minha bermuda e enquanto chupava ele eu me punhetava pra acompanhar o prazer, ele me empurrou, leia-se empurrou porque ele me tirou do pau dele e me empurrou com tudo no sofá, me fazendo ficar sentado e ajoelhou no chão pra me mamar, eu curto dar ordens e também obedecer, principalmente quando sou passivo, gosto que o ativo fale umas sacanagens pra deixar a coisa mais animada. Ele foi um bom garoto e obedeceu tudo que eu pedi “Lambe meu saco” “Agora a cabecinha” “Vem cá me dar um beijo” Ele também era bem safado e lambeu meus mamilos, meu braço e a minha axila (que tem pelos curtinhos eu depilo, não deixo ficar enorme)

Depois nos levantamos e ele colou o pau dele no meu e agarrou os dois com uma mão só e começou uma punheta dupla meio desajeitada mas eu tava com tanto tesão que não ligava pra isso, meu pau roçando no dele tava uma loucura. Como ele não disse nada eu tomei a iniciativa, falei que queria comer o cu dele e ele concordou, mas tinhamos que ir pro quarto, pegamos as roupas do chão e fomos de fininho pro meu quarto, trancamos a porta e eu liguei o ar, até agora estavamos na sala no ventilador e com toda a putaria tinhamos ficado bem suados, não que eu me incomodasse, quem não curte um macho suado com o corpo brilhando, parece que o cara fica 10x mais gostoso quando tá suado ou molhado, né?

Peguei uma camisinha e ele tava sentado na cama se punhetando, ao olhar pra ele não pude deixar de perceber como aquele garoto lindo com uma feição meio inocente se transformou num macho safado, aquele sorriso dele me fazia delirar, assim que encapei meu pau com a camisinha dei sinal pra ele se virar e ele ficou de bruços na cama. Percebi que ele sentiu dor quando comecei a meter nele, não sabia se ele não costumava ser passivo ou se não tinha transado com muitos caras, o cu dele era bem apertadinho, tive que meter com carinho e devagar, não que eu esteja reclamando, um cuzinho apertadinho dá muito mais prazer na hora de meter, e deixou até a transa mais romântica, ele era do tipo que gostava de trocar beijos durante a transa e eu adoro isso também, nunca vou esquecer do gosto daquela boca na minha naquela noite, não variamos muito as posições porque eu tive receio de machucar ele, ele tinha acabado de gozar na barriga e eu avisei que iria gozar, tirei o pau do cu dele, tirei a camisinha e me punhetei com força até gozar na barriga dele, por cima do leite que ele tinha deixado lá, lembro que gozei muito, vários jatos voaram pela barriga e peito dele, depois disso fomos nos limpar, tomar banho e dormimos.

Rolaram outras transas, a amizade ficou mais sacana depois disso, virou tipo uma “amizade colorida” mas o conto não é sobre isso, talvez outro dia eu conte sobre o que aconteceu depois de cada história, por enquanto é só! Espero muito que vocês tenham gostado dos três contos, e desculpa pela demora em postar o último. As três fodas foram incríveis, foram as minhas 3 melhores transas do ano de 2013, mas não foram as únicas, claro hahaha. Tiveram várias outras histórias, mas essas 3 com certeza foram as que mais gostei.



17 comentários

Adicione o seu
  1. THALLES

    Cara, cada conto que voce conta eu fico com a bermuda melada, isso ta acabando comigo, minha tesão vai a mil. Imagino que voce seja um cara malhadinho(magro, mas malhado) e isso é o que eu busco. Quero te conhecer, quero saber das suas historias e quem sabe ser uma delas. Me mande um oi, ou um tudo bem, até mesmo uma foto. Meu email é [email protected]. Busco desde um lance, até um romance.

    Att. THALLES

  2. Lucas

    PROCURO ATIVOS DE SÃO PAULO, ZONA NORTE. TENHO 19 ANOS, 1,80 DE ALTURA, 72 KG, BRANCO, POUCOS PELOS E 17CM. NÃO FAÇO NENHUM TIPO DE DISTINÇÃO, BASTA SABER FODER GOSTOSO, POIS GOSTO DE UM BOM SEXO. QUE NÃO SE IMPORTE COM FUMANTES. CHAMA LÁ NO WHATSAPP (64) 92751288.

  3. Anónimo

    E ai blza? seguinte feras, sou de Sao Paulo, estou morando em Maringa PR. tenho 25 anos, cara macho, discreto, super reservado, tenho rolo cm mina ae e tals. to procurando algo no sigilo com outro cara do msm estilo….so curto chupar so….quartinho de motel, tudo escuro, porno com gostosas na TV, tu senta na beira da cama, deita se inspira no porno, te chupo ate tu goza …pago deboa, na moita dae, dpois cada um segue teu rumo. Mas proc um cara q seja maxo e dscreto e d confianca , se for de fora banco viagem, ou vou ate vc. sou so passivo. (44) 9181-5809

  4. Luan Carlos

    Olá, tenho 18 anos sou passivo e adoro ser fêmea na cama me add no whats e vem me fazer gozar feito uma louca. Quero ser sua putinha e gemer feito uma cadela… bora brincar na real? 13 9 82171766


Deixe seu comentário