Hot Filme Gay
Grindr

Minha primeira vez com um rapaz no Grindr

Grindr

Imagem: Javier Zarracina

Um dia como qualquer outro, até que…..

Olá, me chamo Matheus e vou contar para vocês a história de como foi a minha primeira vez com um homem e como isso mudou minhas percepções de vida, me fazendo entender o que eu realmente queria.

Moro em Belo Horizonte e na época eu tinha 24 anos. Sou branco, cabelos castanhos, 1,82 m e corpo não tão definido. Sempre tive atração por homens, mas nunca demonstrava medo de não ter aceitação e sofrer preconceito. Por isso até os meus 24 anos só saía com mulheres, mas nunca mantinha um relacionamento por mais de uma noite. Sendo bem sincero: ficava com elas apenas por ficar.

Foi na adolescência que eu tive a certeza que curtia homens. Geralmente nessa fase os rapazes começam a buscar vídeos pornôs na internet. Não foi diferente comigo, exceto pelo fato que eu me interessava pelos atores e não pelas atrizes (risos). Com o passar dos anos usei a internet como a única janela para esse “meu mundo secreto”. Comecei a conversar com rapazes de todo o Brasil através de chats online. Foi assim que eu tive minhas primeiras interações com o mesmo sexo.

Certa vez estava sozinho em casa em um final de semana conversando com um rapaz pelo Skype e ele me sugeriu usar o app grindr, que mostra rapazes gays próximos a você.

Confesso que fiquei meio receoso, mas instalei o app e comecei a puxar assunto com alguns deles. Fiquei todo o sábado usando esse app e nada da conversa fluir. Existem muitos perfis “fakes” nesses aplicativos de relacionamentos. No domingo já estava pensando em desinstalar o app quando um rapaz a 135 m de distância de mim puxou assunto comigo. Começamos a conversar, mandados fotos, passamos as redes sociais para ambos se sentirem seguros e começamos a conversar pelo whatsapp.

Como estava sozinho, marquei naquele dia mesmo dele vir na minha casa. Estava ansioso e com medo ao mesmo tempo, mas mantive o convite e fiquei o aguardando. Seu nome é Hugo e tinha 23 anos na época. É branco, têm cabelos castanhos, 1,77 m, usa barba que é muito bem feita por sinal, tem um corpo bacana e é muito atraente.

Já estava com o coração acelerado quando o interfone tocou. Era ele. Abri o portão e ele veio até mim. Era exatamente como nas fotos, muito bonito. Ele veio com uma camisa regata que mostrava seus belos braços e deixava em evidência uma tatuagem de um leão em seu braço direito. Nos cumprimentamos e começamos a conversar na sala. 

Conversa rolando, expliquei pra ele que nunca tinha ficado com homens e que não sabia muito bem o que fazer na “hora H”. De repente ele levantou do sofá, veio na minha direção, pegou minha mão pedindo para eu me levantar também e disse:

_ Não se preocupe, vou ser cuidadoso com você e vou te ensinar tudo direitinho.

_ Espero aprender bastante hoje então! – disse para ele já me preparando para beija-lo.

Começamos a nos beijar. Que beijo perfeito! Ele beijava muito bem enquanto ia deslizando suas mãos pelo meu corpo. Eu inexperiente que era, repetia tudo. Pude sentir aquele corpo maravilhoso encostado ao meu, senti aqueles braços fortes, aquela bunda durinha e redonda e seu volume indo de encontro ao meu.

Dessa pegação na sala já fui o levando para meu quarto. Chegando lá nós não conseguíamos parar de nos beijar e nos acariciar. Estava muito quente, sentia o calor seu corpo incendiando o meu. Começamos a nos despir. Eu tirava sua blusa, ele tirava a minha. Eu tirava sua bermuda e ele tirava a minha.

Quando estávamos apenas de cueca ele me mandou deitar na cama e veio logo em seguida. Começou a me beijar foi descendo com a boca pelo meu corpo. Beijou meu pescoço, chupou meu peito de uma forma espetacular, foi descendo com a língua até meu umbigo e logo depois começou a morder meu pau por cima da cueca. Isso me deixou louco de tesão. Nunca tinha vivido uma experiência daquele jeito. Ele sabia muito bem o que estava fazendo.

Pouco tempo depois ele puxou minha cueca, viu meus 17 cm de pau duro, babando muito e começou a me chupar. Me chupava tão bem! Começou passando a língua pela cabeça do meu pênis e depois revezava entre coloca-lo na boca com movimentos vai-e-vem, lambe-lo da cabeça até as bolas e ficar o engolindo. Sentia meu pau fudendo sua garganta.

Depois fizemos um “69”. Foi a primeira vez que eu fazia sexo oral em alguém. Lembro de pensar: “Isso está mesmo acontecendo??”. Foi uma sensação indescritível. Sentir aquele pau também de uns 17 cm na minha boca era muito bom. Vi naquele momento que era aquilo que eu queria. Chupava com muita vontade enquanto ele também me chupava e dedilhava meu cuzinho, já o preparando para mais tarde.

Finalizamos o 69 e ficamos “sarrando” na cama. Os dois nus esfregando os corpos suados um no outro, com cheiro de sexo no ar. Lembro-me de sentir muito tesão com ele me beijando e apalpando minha bunda como se ela fosse o grande troféu da noite. Ele tem uma pegada excepcional. Sabe deixar qualquer pessoa excitada. Estava apertando, dando tapas e metendo seu dedo anelar no meu cuzinho, que nessa altura já estava molhado e doido pra receber aquele cacete.

Vendo meu tesão ele me pede: _ Deixa eu te comer? Prometo que vou ser cuidadoso!

Não pensei muito e deixei. Ele me deitou de bruços, colocou a camisinha e começou a me penetrar. Mais uma vez eu pensava: “Isso está mesmo acontecendo??” Doeu muito início. Pedi pra ele parar e com muito calma ele me ouvia. Colocou parte da cabeça do seu pau, ficou parado um tempo e à medida que eu ia ficando mais confortável ele ia entrando.

Não demorou muito quando ele disse: _ ENTROU TUDO!

Senti um ardor muito forte e pedi pra ele esperar mais um pouco. Doía um pouco ainda, mas ele se sentindo dono da situação começou a meter bem devagar. A dor aumentou, mas com o tempo foi passando. Ele sabia exatamente o que estava fazendo.

Ouvindo que meus gemidos estavam aumentando ele começou a meter mais forte. Ter aquele homem me comendo de bruços na minha cama me fazia pirar. Sentia cada centímetro daquele pau arrombando meu cú e queria mais. Ele metia e eu pedia mais. Metia com muita vontade. O som do sexo ecoava a casa inteira.

Mais tarde fiquei de quatro pra ele. Foi maravilhoso sentir aquelas mãos quentes me segurando no quadril enquanto me comia gostoso. Ele bombava sua rola no meu cú como se fosse a última coisa que faria na terra. Nesse estágio da nossa transa, já metia sem dó.

Mudamos mais uma vez de posição. Deitei de frente pra ele. Começou a me comer enquanto nos beijávamos. Sentia seu suor descendo no meu corpo. Isso me fazia querer mais. Sentia aquele pau entrando e saindo e ele com uma cara de safado me olhando no olho, chupando meu pescoço e falando sacanagem: _ Tá gostando seu puto? Tá gostando de dar pro seu macho? Quer mais rola safado?

É claro que estava gostando. Respondi sim em todas as perguntas.

O prazer já atingia o ápice quando ele me disse que queria gozar. Me perguntou onde eu queria receber seu leite. Respondi com tom de brincadeira:

_ Leite se dá na boca!

Ele me olhou com uma cara safada, ficou de pé e me colocou agachado com a boca perto do seu pau. Começou a se masturbar olhando pra mim, também me masturbando pedindo leite com a boca aberta. Não demorou muito pra ele gemer forte e colocar seu pau na minha boca.

Pronto! Tinha recebido ali o bônus do dia. Ele gozou tanto na minha boca. Seu pau não parava de jorrar e eu chupando seu pau ao mesmo tempo. Ele se contorcia de tesão me deixando com mais prazer ainda. Logo depois ele me punhetou me fazendo gozar no seu rosto. Também gozei muito de uma forma que nunca tinha gozando antes.

Foi uma experiência muito boa, superou minhas expectativas. E acredito que o Hugo foi o grande responsável por ser tão bom. Por nós morarmos perto um do outro, depois disso ficamos mais vezes e em uma dessas vezes ele me deixou ser ativo. Pude comer aquela bundinha perfeita (risos), mas isso é história pra um próximo conto. Em breve eu conto pra vocês!

Já viu?



4 comentários

Add yours
  1. geverson nascimento

    oi gente tenho um amigo hétero de 40 anos casado com desejo de ser bissexual ainda virgem interessados em tira o cabaço dele entra em contato com esse numero 2799689 9926 e que o interessado seja bi também ansioso esperando pro leva rola rola (interessados da área 022 ou 028 )


Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.